fbpx

Descomplica

Comunicação Sustentável Descomplicada

A partir da comunicação socioambiental, a agência traduz para o público as causas defendidas por organizações do terceiro setor “As questões socioambientais não são cruciais na vida das pessoas até que elas sejam afetadas.” A constatação é da diretora comercial da Forest, Amanda Fernandes, que revela a complexidade da comunicação socioambiental. A pesquisadora Vivian Smith – com tese de doutorado pela USP sobre comunicação, governança e sustentabilidade – enxerga duas abordagens possíveis para a prática.

Frame da animação “Salvaguardas para REDD+”, realização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso e produção da Forest Comunicação Design e cinema de mãos dadas no desenvolvimento da técnica do motion graphics  A quantidade de dados que nós consumimos beira o imensurável. Pesquisas recentes realizadas pela Universidade do Sul da Califórnia estima que cada pessoa recebe diariamente 34 GB de informação. Diante deste cenário, fica a dúvida: como chamar atenção para

A produção audiovisual em comunidades de difícil acesso da Amazônia se assemelha à etnografia das Ciências Sociais e pode despertar o blues antropológico na equipe de filmagem “Ela estava sempre passando um paninho nas máquinas. Eles têm o maior cuidado com os equipamentos, são receptivos com a gente e demonstram muita gratidão com o projeto em si”, lembra Augusto Dauster, diretor de fotografia das gravações da Forest nas duas últimas semanas

A opção por desenvolver uma narrativa seriada com cinco protagonistas diferentes permitiu mostrar, na minissérie “Cidade Invisível”, a complexidade da escravidão contemporânea Vários fatores explicam a presença marcante da serialidade na televisão. A fragmentação do conteúdo pode ser percebida em novelas, programas de variedades e especiais jornalísticos. Segundo o professor de Cinema, Rádio e Televisão da Universidade de São Paulo (USP), Arlindo Machado, o formato seriado se justifica pela demanda contínua de programação na

A prática de storytelling contribui para a comunicação organizacional, produzindo e transmitindo conhecimentos “O olhar não fala, mas gagueja.” A expressão, repleta de sabedoria popular, foi citada em meio às 2 horas e meia de viagem de Ribeirão Preto (SP) para Frutal (MG). O motorista da vez e estudante de Administração da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Luciano Mendonça de Castro, contava causos das palestras que assistiu sobre neurociência

O personagem cria empatia e abre um canal de diálogo entre o público e a marca   Humanizar a mensagem, transmitir sensações e chamar a atenção como um garoto-propaganda. Estas são algumas das funções do personagem ou mascote, segundo Karen Soarele, especialista em “Comunicação: linguagens, construção textual e literatura”. Karen, que também gerencia um estúdio de ilustração, exemplifica a importância desta estratégia com o Banguela do filme “Como treinar seu dragão”. Na animação, os criadores

  Cena de storyboard da “Cidade Invisível” (Imagem: William Jungmann) Reduzir tempo e custos é um dos objetivos das ferramentas usadas na pré-produção audiovisual A emoção expressa pelos olhos do personagem ou uma visão geral do cenário para contextualizar a ação? De simples a complexas, muitas são as decisões que passam pelo dia a dia do diretor, antes mesmo de gravar uma única cena. O planejamento de um filme, série ou comercial é